segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Amor


Quando tudo parece perdido,
Ela encontra o caminho.
Parecia não ter mais forças para amar.
Parecia que o amor não ia mais voltar.
Não o amor puro e correspondido do qual esquecera até da existência
De um lado para o outro caminhava em um labirinto circular.

Se habituara tanto a amar e não ser notada.
A sonhar e planejar sozinha algo que jamais aconteceria.
Hoje pode planejar para viver junto com alguém,
que pensa nela o tempo todo de igual forma.
Sente-se realizada por compartilhar de tantos afetos
O amor aconteceu para aquela moça.
Encontrou a direção em meio a tantos caminhos vazios.
Foi embora a paixão evasiva
Dando lugar ao amor tênue e calmo.

Um comentário:

Tássia Pellegrini (Tanna) disse...

Me identifico com esse texto do início ao fim. Lindo! Parabéns.