quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Escuridão




Trancafiada em um cômodo escuro

Corre de um lado a outro em busca de luz

Nada encontra

Isola-se em um canto

Lágrimas frias escorrem pelo seu corpo

Desesperadamente,

Balbucia palavras enraivecidas

Busca explicações

A Ausência de resposta a persegue

Sem forças

O corpo se desfaz

num amontoado de questionamentos com razão

7 comentários:

Marcela' disse...

sentimentos pesados!
baci :*

ลndreia disse...

São sempre as lágrimas que restam... *

M. disse...

"A Ausência de resposta a persegue"

É..hoje eu acordei assim. srrs

Bjosssssssssss!

Camilaaa disse...

Saia do quarto ainda mais do escuro! Se mostre e seja feliz!

Nilson Vellazquez disse...

Tô te confundindo pra esclarecer!

Thyago David. disse...

sentimentos pesados (2)

=**

Kari disse...

Eu sempre digo que, quando não há respostas, já é uma resposta...
E sabe... Não gosto de cômodos vazios, ainda mais escuros...

Beijos