segunda-feira, 16 de março de 2009

Carta de amor


Querido amor! Poderia escrever um e-mail, mas sei que você não tem tempo de olhar todos os que recebe. Temi que ficasse bastante tempo arquivado, tornando-se assim só mais um na sua caixa de entrada. Então resolvi escrever uma carta mesmo. É mais pessoal, carregada de sentimento, não que o e-mail não seja, a carta é, ou pelo parece, ser mais íntima e, tenho certeza, lerá com mais carinho.

Sinto saudades. Como sinto. De cada momento junto de ti. Cada segundo compartilhado. Cada sorriso ainda que tímido. Tu sempre foste o meu amado, único e verdadeiro amado e sabes disso. Pena estar tão longe, como se a distância conseguisse distanciar meu pensamento de você. Deito-me na cama e sinto teu corpo junto ao meu. É como se nunca tivéssemos ficado longe um do outro. Sei que sente o mesmo em relação a mim. Pois, assim como eu, não conseguiu se entregar a ninguém de corpo e alma. Não da forma que nos amávamos. Não. Nos completávamos e isso não se encontra da noite para o dia. Pode levar tempo. Muito tempo. Talvez uma vida. Talvez nunca se encontre. Pensar nisso me dói. Mas o que dói mais é pensar que talvez não volte mais ao Brasil. A possibilidade de não ver-te me corrói o coração, emburaca a alma. Mesmo que de longe só uma vez. Uma única vez faça esse coração bater forte, acelerado, pulsando só pra você. Na verdade, o que queria mesmo era sentir você de novo. Abraçar-te contra o peito e colocar minha narina no seu pescoço, levando o seu cheiro e seu corpo para sempre comigo. Se não for pedir muito, gostaria de um beijo, algo que me fizesse ir às nuvens sem sair do chão. E assim tentaria seguir minha vida sem você. Ou largaria tudo para ir ao encontro do meu querido e eterno amor.


Com amor,


Luiza


20 comentários:

Dina disse...

Carta tão linda...
Belas palavras!
Beijos
=)

Fernanda disse...

para ler e suspirar...

Vanessa disse...

Coisa triste, menina.

Camila disse...

Ai como amo escrever cartas para meu amor.
Mesmo que as vezes elas nunca chegem em suas mãos.
BeijO

Camila Colossi disse...

quantoo amoor *------*
perfectoo xd

bejoos

KINHA disse...

Olá!
Passei aqui para te conhecer e deixar um convite:No dia 30 de Março, estarei embarcando em um cruzeiro Santos(Brazil)/Veneza(Itália) no navio “Splendour of the Sea”. Visitarei 3 continentes, 8 países e mais de 20 cidades.
Farei postagens diárias e com fotos, e espero a sua companhia nesta grande viagem. Desde já espero sua visita.
http://amigadamoda.blogspot.com

Marcela' disse...

Para ler, suspirar e querer algo igual! hehe
Liindo!
Baci.

KêDy disse...

Como não voltar as cartas
Muito bonita


Bjus

Thiago disse...

toda e qualquer carta de amor é linda.

*O PRAZER DE EDUCAR* disse...

muito interessante seu blog amei,
convido vc para participar do meu http://kerlyroo.blogspot.com
estou esperando sua visita...
um abraço kerly

KINHA disse...

Olá Hariane!
Fiquei feliz com sua visita.
bjos

Hariane disse...

E eu com a sua, Kinha.

Bj

@line-;-- disse...

Ele deve ter amado a carta e ido ao encontro dela.

bjm

Cris_do_Brasil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroline disse...

Cartas nunca perdem sua magia... Isso é o melhor de tudo.

Texto lindo!!

Beijo enorme.

Gilbamar disse...

Que bons tempos quando as cartass tinham estilo literário próprio e eram consideradas de alta categoria. Grandes escritores deixaram também suas marcas beletristas em missivas famosas.

A sua ficou admirável.

Auíri Au disse...

Sinto amor no ar....
Que palavras lindas...
Espero que tenham chegado no destino!

Beijos

KêDy disse...

cadê os textos e os comentario
tô sentindo falta
bj

Hariane disse...

Ah Kêdy, estou sem net por isso não postei nada ainda e muito menos comentei em outros blogs.

Obrigada pelo comentário!

Bj

C. disse...

oi Dear, voltei reaver meus leitores do outro blog, continuarei seguindo-a espero seja recíproco.

beijo na alma, ótimo domingo!