sábado, 7 de março de 2009

Você é...


Você é...

A brisa que bate no rosto logo pela manhã

A busca passageira da ilusão

A saudade de tudo que passou

Aquilo que o vento levou

Porém a dor continuou

Nos estilhaços, daquilo que era amor


Permaneço na espera dos sonhos

Quando te vejo

Como se fosse o começo

Do que era sentir-se correspondida

No infinito do melhor silêncio

Meu antigo amor, quero revivê-lo

12 comentários:

Jéssica disse...

Não sei porque, toda vez que eu leio um poema logo penso que é uma música, talvez porque a maioria dos poemas se transformassem em música e vice-versa, mas o mais estranho é que eu não toco nada, nem mesmo sei cantar, mas sempre penso na música.

Gostei dessa "música" heheh :)

;*

Cadinho RoCo disse...

Se o que quer é o que quer, então conseguirá.
Cadinho RoCo

Kari disse...

Lindo esse poema...
E, se vale a pena, que seja revivido então...

Beijos

Thyago David. disse...

reviva..:)
ótimo!

Beijos

Letícia S! disse...

Acho que no fundo, todos nós queremos reviver algum amor que foi tão intenso em nossas vida né? beeeijo :*

M. disse...

Hari, feliz dia da mulher, flor!

Bjos!!

Gilbamar disse...

Uma bela explosão de amor em lindas palavras formando poesia.

Seu blog é fantástico!

Fraterno abraço de Gilbamar.

Marcela' disse...

Viver amor do passado seria maravilhoso; já saber o que esperar, como seria, mais cá entre nós, quando isso acontece? :/
Baci!

KêDy disse...

Indefinivel você.

Maria disse...

UM HOMEM E A REALIDADE

Certamente já vivi uma vida de alegria contigo
homem compacto
deliberadamente estabelecido em aparências(...)
incitado porém reafirmado-(...)-,
certamente já vivi uma vida de alegria contigo.

Passos largos
rápidos
olhar firme
se transforma em moldura
com detalhes minuciosos

Modelo singular
sem qualquer risco
Sem demonstrar nenhuma vontade de indultar-me
ou a si mesmo(...)
Vai embora sem nenhuma citação
Sem saber se possui o bem da terra
movimentos juntados em seu corpo
são filtrados em si mesmo
em linhas silenciosas...sem sentimentos
reais.

Gabriela Coutinho disse...

Você é tudo, a razão de viver, desde as pequenas coisas às grandes.

Camila disse...

Antigos amores.
Tem que valer mesmo a pena para serem revividos.
Ame sempre.

BeijO