domingo, 17 de janeiro de 2010

Meu corpo grita pela presença

de algo que nunca foi realmente dele


Não se conforma

Com a ausência mal consentida

Com o telefonema não atendido

Com a mensagem não recebida


A indiferença bem resolvida no dia-a-dia.

5 comentários:

Franzé Oliveira disse...

A indiferença é um sentimento ruim
Não sei se aceitaria a indiferença no dia-a-dia


Beijos menina

Olavo disse...

È prefiro o grito a indiferença

mari a.nna disse...

Acabei me identificando ;) muito bonita, parabéns

marcelia disse...

eu achei lindo ''corpo que grita'' amei amo poema e faço quando estou alegre, triste ou simplesmente quando querem comemoração.

Andréa Kopper disse...

A indiferença acaba com qualquer pessoa. Gostei desse! Combina certinho com o que estou passando :/

Gostei e por isso estou te seguindo ja!

Se puder.. Obrigada! :) http://andreakopper.blogspot.com/